Carregando…
Corpo e mente em forma

Corpo em forma para uma mente em forma

Quer se manter esperto até atingir uma idade madura? Cientistas dizem que aeróbicos tem efeito maior para manter o seu cérebro em forma do que exercícios mentais.

Estar suado regularmente ao sair de uma quadra de squash é como um fertilizante para as suas células cerebrais eles dizem. Exercícios para o corpo ajudam as células do cérebro a espalhar e fazerem mais conexões, o que ajuda a preservar os lobos frontais, as áreas do cérebro que mais são atingidas com o envelhecimento.

Para achar o mais importante ingrediente para a receita da saúde mental, Ian Robertson da University of Dublin analisou os últimos 10 anos de pesquisa neste campo. Ele anunciou seus resultados na reunião anual da British Association for The Advancement of Science que ocorreu em Dublin no dia 7 de setembro.

Robertson encontrou evidências que boa nutrição, educação e pensamento positivos ajudam a manter o cérebro jovem. Mas ele concluiu que o fator de maior importância é exercício aeróbico: “Possuem efeitos notáveis na estrutura e função do cérebro”.

Ingrediente Ativo

Num estudo na sua análise um grupo de pessoas acima dos 60 trabalhou com “caminhadas intensivas” por quatro meses e foi comparado com um grupo que só fez alongamento. As pessoas que caminharam eram mais “espertas”, a memória e atenção delas melhorou comparada ao grupo de alongamento.

Exercícios ajudam seu cérebro a produzir uma substancia chamada brain-derived neurotrophic factor (BDNF), que cria células e conexões cerebrais. Novos vasos capilares também cresceram com exercícios, nutrindo estas células e conexões que, caso contrário, iriam morrer com o envelhecimento do organismo.

“Acima do 50 anos,” diz Robertson, “exercício é um tipo de elixir que faz você mais ágil mentalmente, menos esquecido e reduz a perca de esperteza.”

Trabalho qualificado

Outros têm levantado a hipótese que exercício é saudável, pois envolve a aprendizagem de novas habilidades motoras, um desafio mental que faz o cérebro “malhar”.

Mas Robertson diz que isto resultaria no crescimento específico em áreas motoras do cérebro e que pessoas que aprenderam novos exercícios de alongamento teriam então o mesmo benefício daquelas que treinaram novos exercícios aeróbicos. O resultados apresentaram que este não é o caso.

É verdade no entanto que, exercícios mentais também ajudam o cérebro a manter-se inteligente. Robertson recomenda usar sua mente o máximo possível e a aprender a conectar informações a imagens ou sons para fortalecer a memória.

Ele também aconselha não ficar pensando sobre você mesmo com adjetivos como “velho” e “idoso” mas a focar em positivos como “saudável” e “ativo”. Estudos têm mostrado que simplesmente pensar nestas palavras pode afetar como alguém se comporta, alterando quão rapidamente as pessoas andam, por exemplo.

A equipe de Robertson planeja em montar uma mistura de exercícios metais e físicos para manter a mente ativa e inteligente.

“Fit body for a fit mind” – Corpo em forma para uma mente em forma

Exercício aeróbico é a melhor maneira de manter sua memória sadia.

Por Jennifer Wild

Texto original extraído e traduzido da versão online da revista Nature. Para ver o texto original

clique aqui. Publicado 08/09/2005. Tradução livre.